quinta-feira, 16 de maio de 2013

IMITADORES DE CRISTO



Sejam meus imitadores, como eu sou de Cristo. (I Coríntios 11:1)

Paulo que antes era Saulo, perseguidor ferrenho da igreja (Atos 9:1-18), agora se vê em uma nova situação, como um perseguido por pregar o evangelho que ele mesmo tanto tentou destruir. Com suas atitudes, sermões e conselhos ele claramente demonstra a transformação que viveu, de modo que agora não era só transformado, mas também era transformador, na sua primeira carta á igreja de Corinto ele aconselha os coríntios a serem seus imitadores, não por ele ser perfeito, mas por ser um imitador de Cristo, que sofreu perseguição, foi questionado, chorou, sofreu, mas sempre esteve disposto a promover o Reino de Deus e Sua vontade.
Ser igual a Cristo, ser um imitador de Cristo, não é nenhum pouco fácil.
Sinceramente nós pensamos bem pouco no nosso próximo e muito em nós mesmos e isso já mostra que não estamos tão interessados assim em sermos imitadores de Cristo.

Ele deu a vida por cada um de nós e nós não ‘doamos’ um minuto do nosso tempo pra ajudar, ouvir, conversar, aconselhar o próximo... Então basta ajudar o próximo que eu estou sendo imitador de Cristo? Digamos que o que Cristo fez foi bem mais que nos ajudar apenas, se hoje estamos aqui e não fomos amaldiçoados devemos isso a Ele (Gálatas 3:13), sua vida, seu tempo, seus conselhos, suas palavras, enfim, Cristo nos deu isso tudo, mas talvez pra algumas pessoas seja mais importante ir pro Facebook compartilhar a diferença entre um líder e um chefe, talvez seja mais importante ter um bom namoro, deve ser mais importante discutir se é certo ou não ouvir música secular e ir ou não ao Rock In Rio, descobrir se o Marcos Pereira é inocente, se o Silas Malafaia é homofóbico. Parece que existem um milhão de coisas mais importantes pra nós antes de nos tornamos imitadores de Cristo, como Paulo e outros homens foram, como eu falei no inicio do texto Paulo era simplesmente perseguidor da Igreja de Cristo e era convicto, não tinha papo com ele, o cara queria destruir a Igreja, o prazer dele estava basicamente nisso e um dia num encontro ás escuras com Deus (quem sabe ler nas entrelinhas vai entender) ele deixa de ser o perseguidor e passa a anunciar o Evangelho de Cristo, passa a ser um imitador de Cristo.

Ser um imitador de Cristo não significa ser perfeito, mas se você quiser ser um imitador de Cristo essa busca pela perfeição será eterna em sua vida.

Eu não sou melhor que você que está lendo esse texto e sinceramente eu estou longe de ser um imitador de Cristo, mas meu conselho pra você é esse: Faça mais pelo próximo, se doe mais, se entregue mais, ajude mais, viva mais em prol do próximo e você estará assim vivendo em prol de Cristo e aí sim você terá alguma chance de ser imitador Dele e falar como Paulo falou: SEJAM MEUS IMITADORES COMO EU SOU DE CRISTO.

Valeu galera, tá dado o recado dessa semana!

Até semana que vem! Deus abençoe geral!

‘’Hey! Ho! Let’s Go!’’

Tiago Almeida

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário